Preconceito

Para o entendimento da categoria «preconceito», a Antropologia precisa apoiar-se na Psicologia, haja visto que se trata, antes de mais, de uma disposição mental, a qual pode ou não traduzir-se em atitudes específicas. Segundo José Leon Crochik, em Preconceito, indivíduo e cultura, o preconceito tem uma dimensão plural, uma vez que pode assumir diferentes formas perante circunstâncias sociais e alvos díspares, uma vez que, segundo o autor, o...

Bruxaria, Oráculos e Magia entre os Azande

O livro de Edward Evans-Pritchard, publicado em 1937, sob o título Witchcraft, Oracles, and Magic among the Azande, permanece um dos mais marcantes trabalhos nos estudos antropológicos. Fundamental na validação do modelo etnográfico, este livro resulta de vinte meses de trabalho de campo, realizado no sul do Sudão, entre 1926 e 1929. Trata-se de uma obra de enorme relevo teórico e etnográfico, onde a ideia de «bruxaria» ocupa...

A Antropologia Religiosa

A partir das conceções evolucionistas marcantes da viragem do séc. XIX para o séc. XX nasce a etnologia religiosa, partindo daquilo que Albert Marie Bros, em L'Ethnologie religieuse: introduction à l'étude comparée des religions primitives, chama de "factos religiosos observáveis nos povos primitivos" (1923: 15). Esta visão evolucionista das sociedades manteve-se por bastante tempo. Lewis Morgan, tido como um dos pioneiros da Antropologia Religiosa, em La Société Archaique, de...

Magia e Religião

No âmago da Antropologia Religiosa a questão da «magia» surge como debate fundacional, representando um problema de interpretação e delimitação dos conceitos. Quando Claude Rivière, em Socio-anthropologie des religions, considera que a magia opera à margem da religião, está a refletir a partir de um lugar particular de teorização que merece verdadeiro questionamento. A herança judaica (que possuía uma memória social de hostilização mágica) no pensamento ocidental está enraizada nas...

O Rito

O rito constitui tema central da Antropologia da Religião, constituindo-se, nos termos de W. R. Smith, "a religião antiga na sua totalidade". Segundo o autor, "primitivamente, a religião não era um sistema de crenças com aplicações práticas, mas sim conjunto de práticas tradicionais fixadas, às quais se submetiam todos os membros da sociedade". A hipertrofia ritual configura aspeto central nas religiões antigas e de estrutura antiga, como é o caso...

Tocoísmo: o cristianismo angolano

O contexto do baixo Congo e de Angola constitui interessante geografia religiosa em período colonial. Desde a chegada de Diogo Cão à bacia do Congo em 1482, a presença de missões católicas no Reino do Congo foi uma constante, sendo que no rescaldo da Conferência de Berlim de 1884, deu-se um impulso de missões protestantes, em particular «batistas», com multiplicação pelo interior das colónias belga e portuguesa [1]....

Back to Top
error: Content is protected !!